segunda-feira, 2 de maio de 2016

Radiografia do crescimento da Ceasa de Minas Gerais



Trabalhadores contam como é dia a dia na central de abastecimento mineira.

                              Foto Mercado Livre do Produtor Rural

                      Imagem inline 1

Todos os dias cerca de 70 mil pessoas passam pela CeasaMinas. Muitas delas são produtores rurais, lojistas, empregados da própria CeasaMinas ou carregadores que tem motivos para comemorar o dia primeiro de maio. Um deles é o produtor rural José Ferreira. "Trabalho muito. De manhã eu vendo aqui no Mercado Livre do Produtor (MLP). De tarde, eu vou para a plantação, que fica em Serra Azul- um distrito de Mateus Leme (MG)", afirma ele.

José Ferreira- que planta pimentão e outros produtos como a vagem- está na CeasaMinas há 44 anos. "Quando inaugurou o MLP, ele ia só do setor D até o E", diz José. Hoje o MLP vai do setor A ao setor I, contando com mais de mil módulos para os produtores.

Quem também trabalha na CeasaMinas é o carregador Aroldo de Oliveira, que tem 18 anos de profissão. "Fico aqui a semana inteira e vou embora na sexta-feira para Moeda. O serviço é pesado, mas divertido", diz ele.

Já a administradora da loja Alho Campeão, Roseana Padilha, entende que, apesar da tensão, é bom trabalhar na CeasaMinas. "Aqui na loja somos uma grande família. É um clima de companheirismo, parceria, amizade. É onde passamos de 10 a 12 horas do nosso dia", esclarece ela.

O orientador de mercado Epifânio Paula do Amaral trabalha na CeasaMinas desde 1976. Mas antes de vir para o entreposto de Contagem, ele trabalhou nos mercados distritais de bairros de Belo Horizonte (Barroca, Santa Tereza e Cruzeiro), que na época eram administrados pela CeasaMinas. "Eu precisava sair da minha cidade, Moema. trabalhei cerca de um ano como porteiro em um prédio da rua Goitacazes, em Belo Horizonte. Foi quando reencontrei um conterrâneo que trabalhava no mercado de Santa Tereza e ele me disse que estavam precisando de gente no mercado do Barroca. Eu me interessei e fui contratado", diz ele.

Hoje, a rotina dele é mais voltada para a marcação de áreas no Mercado Livre do Produtoe. "Dependendo, tenho que ir na área, apreender a mercadoria, orientar o produtor", arescenta Epifânio, que recentemente foi eleito membro da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho da CeasaMinas.

Dados gerais do complexo CeasaMinas:

Empregos diretos: 19 mil
Empresas estabelecidas: 880
Clientes diretos (varejistas compradores): 45.650

Fonte CeasaMinas

Nenhum comentário:

Postar um comentário