quinta-feira, 12 de maio de 2016

Preço médio dos hortigranjeiros recua 3,8% na CeasaMinas

                

Mesmo com a redução de 7,3% na oferta, as frutas, legumes e verduras ficaram mais baratos na CeasaMinas em abril, na comparação com o mês de março. A redução geral dos preços foi puxada por alguns produtos que estão entrando em período de safra e que apresentaram grande variação, a exemplo do tomate, cujo quilo passou de R$ 2,13 para R$ 1,17 – uma queda de 45,1%.


Outros produtos que fizeram o mesmo movimento do tomate foram o pepino (-39,2%), a cenoura (-11,5%) e a mandioquinha (-11,8%). Entre as frutas, destaque para a banana prata, que caiu 6,9%, passando de R$2,90 para R$2,70. A banana nanica também ficou mais barata (-5,1%), assim como o abacate (-3,3%) e a laranja pera (-1,8%).

De acordo com o chefe da Seção de Informação de Mercado da CeasaMinas, Ricardo Martins, a situação deve ficar ainda mais favorável para o consumidor nos próximos meses, em função de condições climáticas mais favoráveis. “A não ser que o inverno seja muito rigoroso, com muitas geadas”, pondera.

Apesar disso, o consumidor precisa ficar atento ao preço de alguns produtos que encareceram. A batata, por exemplo, teve redução de 24,3% na oferta, fazendo o preço subir 23,5%, chegando a R 2,21 o quilo. A variação da beterraba foi ainda maior: 26,2%. O seu preço passou de R$ 1,95 para R$ 2,46. Quiabo (5,5%) e mandioca (6,7%) são outros exemplos.

Entre as frutas, o limão teve aumento de 62,3%, influenciado pela redução de quase 22% na oferta, por causa do excesso de chuvas em São Paulo. O preço do quilo passou de R$ 1,14 para R$ 1,85. Outras frutas que encareceram foram a goiaba (1,8%), o mamão havaí (14,7%) e a manga (10,9%). Os números referem-se ao entreposto da CeasaMinas em Contagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário