terça-feira, 17 de novembro de 2015

Preço dos alimentos em 15 dias: alta de 100%

                          

Enquanto isso a inflação prevista para o final de 2015 é de 11%. O quilo da cebola nas centrais de abastecimento foi o recordista nos reajustas assombrosos para o consumidor.

Por Jorge Lopes

O consumidor que vai ao supermercado, aos chamados Varejões ou "sacolões" já tem notado com espanto uma alta sem precedentes nos preços dos legumes, frutas, ovos e, geralmente, atribuindo isso aos chamados aumentos dos tributos, energia elétrica e até mesmo o décimo terceiro salário de funcionários. Mas, se prepare, por que esses aumentos não irão parar até o final do ano. Pelo menos é que o que dizem produtores rurais e comerciantes que trabalham nas principais centrais de abastecimento do país. Os reajustes de preços nos últimos quinze dias, por exemplo, para alguns desses alimentos já chegaram a 100%, muito acima da inflação projetada para o ano inteiro.

De acordo com analistas financeiros e economistas, a inflação brasileira já atingiu 2 dígitos, com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do IBGE chegando a registrar 9,93%, o maior desde novembro de 2004, quando o indicador atingiu 11,02% em doze meses.  E em cinco das 13 regiões analisadas pelo IBGE, a inflação passou dos 10%.  Analistas já prevêm taxas de 11% para a inflação no apagar das luzes de 2015.

Nos alimentos, ela já chegou até mesmo multiplicada por 10: o preço da cebola, por exemplo, já passou dos 100% na principal central de abastecimento da América Latina, a Ceagesp (SP), administrada pelo governo federal.  Nela, o quilo da cebola estava custando, nesta segunda-feira (16/11), R$ 3,17. No dia 31 de outubro esta mesma cebola custava, no atacado, R4 1,49, e fechou a semana passada em R$ 2,86.

Na Ceasa do Rio de Janeiro a cebola está custando R$ 2,75, com a saca de 20 kg sendo vendida entre R$ 50 e R$ 60.  Na Ceasa ES, o quilo está por R$ 2, 25 e na Ceasa Minas Gerais, a R$ 2.

Nas principais regiões produtoras de cebola do país, como RS, SC e PR, estados castigados pelas chuvas, os preços do quilo da cebola estão se mantendo nestes patamares: R$ 2,75, R$ 2,46 e R$ 2,25. Houve uma grande perda na produção do estado de Santa Catarina e isso está começando a se refletir nos preços atuais.

Segundo um dirigente de associação no âmbito das Ceasas do Sudeste, no caso da cebola a situação poderia ser bem pior se os comerciantes, principalmente do sudeste do país, não comprassem cebolas importadas da Holanda, Nova Zelândia, Espanha e Argentina que, mesmo tendo problemas devido ao transporte feito por longa distância, que diminuía a qualidade do produto quando era desembarcado nas centrais. "Se não fosse isso, pode ter certeza que a saca estaria custando R$ 200", enfatiza.

Mais preços altos

O portal CeasaCompras.com preparou uma lista com sete principais ingredientes que não podem faltar na cozinha do brasileiro, de jeito nenhum, além do feijão com arroz, claro.  Os itens dessa cesta são a alface, que também está com o preço absurdo nos últimos dias, o alho, cebola, batata, limão, tomate e ovos. Vejamos:

Ceagesp (preços por quilo)

Alface R$ 8,39; alho R$ 16,17;  batata R$ 3,37; cebola R$ 3,17; limão R$ 6,61; ovos R$ 2,67 (dúzia) e tomate R$ 4,13.

Ceasa Grande Rio (preços por quilo)

Alface R$ 5 (dúzia); alho R$ 12; batata R$ 1,80; cebola R$ 2;75; limão R$ 4,40; ovos R$ 2,60 (dúzia) e tomate R$ 1,87.

Ceasa Minas Gerais

Alface R$ 10 (dúzia); alho R$ 13; batata R# 2,40; limão R$ 3,50; ovos R$ 2,67 (dúzia) e tomate R$ 2,76.

Ceasa Espírito Santo

Alface R$ 6; alho R$ 13,75; batata R$ 2,80; cebola R$ 2,25; limão R$ 4,50; ovos R$ 2,52 (dúzia); tomate R$ 1,61.

Preços na região sul afetada pelas chuvas intensas

Nas Ceasas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, nós preparamos uma cesta com 12 tipos de alimentos e os seus respectivos preços por quilo e dúzia.

Ceasa RS

Alface R$ 10 (dúzia); alho (R$ 15), batata R$ 3; batata doce R$ 2; brócolis R$ 4,19; cebola R$ 2,75; chuchu R$ 1,25; couve R$ 2,50; couve-flor R$ 3,33; jiló R$ 6,50; limão R$ 5; mandioca/aipim R$ 1.

Ceasa SC

Alface R$ 9,60; alho R$ 15; batata R$ 2,40; batata doce 1,36; brócolis R$ 3,20; cebola R$ 2,46; couve R$ 2,80; couve-flor R$ 4; chuchu R$ 0,68. jiló R$ 3,13; limão R$ 5; mandioca/aipim R$ 1,09.

Ceasa PR

Alface R$ 4,67; alho R$ 10; batata R$ 1,60; batata doce R$ 1,14; brócolis R$ 1,25; cebola R$ 2,25; couve R# 2; couve-flor R$ 2,08;  chuchu R$ 0,68; jiló R$ 3,12; limão R$ 2,80; mandioca/aipim R$ 3,63.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário