terça-feira, 19 de julho de 2016

Cebola de Pernambuco custando R$ 27 a saca com 20 Kg


                Imagem inline 1

Parece milagre ou miragem, mas a Ceasa do Rio de Janeiro vem apresentando uma série de preços reduzido em vários segmentos da alimentação.  Nesta segunda-feira, segundo levantamento publicado pela sua diretoria técnica, a saca de 20 kg da cebola produzida em Pernambuco, na Nordeste brasileiro, estava sendo negociada a R$ 27, sendo as mais caras, as cebolas amarelas produzidas no Rio Grande do Sul (R$ 35) e Santa Catariana (R$ 42).

Em relação à cebola roxa nacional, a saca de 20 kg está custando R$ 45, sendo que a mesma cebola, importada da Argentina, era negociada por R$ 50. 

Em relação aos outros itens da nossa cozinha diária, como a cenoura, a caixa com 18 kg custava R$ 38.  A caixa da tradicional mandioca, ou aipim, como conhecemos por aqui, o preço de 20 kg estava por R# 20.  O mesmo preço servia para a caixa de 20 kg do nabo.

A caixa de 22 kg do tomate longa vida Extra AA, aquele produto grande que sempre é o mais preferido nas gôndolas e feiras livres,  era negociada a R$ 40; enquanto que o tipo menor, o chamado Extra A, a R$ 25.  Já 4 bandejas do tomate cereja, numa total de 4 quilos, era negociada a R$ 8. 

As caixas de 20 kg do chuchu estava custando R$ 15 apenas, e a do pepino, com 18 kg, a R$ 25. 

Em relação ao preço da abóbora (branca, baiana, japonesa, sergipana, moranga) ele variava entre R$ 1,50 e R$ 2., o quilo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário