sexta-feira, 1 de maio de 2015

Rúcula, uma importante aliada para a saúde


                            
             
Sucesso entre os adeptos da comida light, ela auxilia na visão, prevenção do câncer e é antioxidante. A rúcula é de origem asiática e possui uma série de substâncias boas para a saúde, entre elas as vitaminas A, C e K. Na Ceasa do Rio de Janeiro, a verdura está sendo vendida a R$ 3, o molhe com cinco.

A rúcula é um alimento de sabor exótico de origem asiática e possui uma série de substâncias boas para a saúde, entre elas as vitaminas A, C e K. Ela ainda auxilia na perda de peso, prevenção do câncer e atua como antioxidante, sendo também ótima para a visão. No mercado das Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa/ES), a hortaliça custa em média R$ 2,78 o quilo. Nos primeiros três meses do ano circularam para venda no local cerca de 31.082 quilos.

As vitaminas A e C ajudam a aumentar a imunidade do corpo e são ótimas para os olhos, pele, ossos e dentes. A Vitamina C é conhecida como um poderoso antioxidante, que ajuda a prevenir o câncer e estimula o sistema imunológico. A vitamina também ajuda a prevenir a degeneração macular, evitando assim a catarata nos olhos. A rúcula possui uma grande quantidade de vitamina K. O consumo diário dessa vitamina leva à diminuição dos riscos de fraturas ósseas. A rúcula também é uma boa fonte de cálcio, ferro, potássio, manganês e fósforo, todos os minerais essenciais que oferecem benefícios à saúde.

Segundo a nutricionista Matilde Alves, a rúcula possui antioxidantes que auxiliam na redução do risco de vários tipos de câncer e de doenças cardiovasculares. “Essas substâncias também ajudam a retardar o desenvolvimento de algumas doenças relacionadas ao envelhecimento. Entre as propriedades benéficas da rúcula, encontram-se o betacaroteno, o cálcio, o ferro, o potássio, o manganês e o fósforo, todos os minerais essenciais à saúde. A vitamina K da rúcula ajuda na fabricação de proteínas que regulam a coagulação do sangue, “relata a nutricionista.


Curiosidades

O ideal é comprar a rúcula na quantidade certa para o consumo imediato, pois sua durabilidade é pequena. A rúcula deve conter folhas verdes e firmes. Fora da geladeira a folha dura no máximo um dia, desde que o local esteja bem fresco. Na geladeira, em saco plástico ou vasilha com tampa, a rúcula dura cerca de quatro dias. Se as folhas já foram lavadas, seque-as totalmente antes de guardar. Quando as folhas começam a murchar, podem ser usadas, assim como os talos, em sopas de legumes. As folhas são utilizadas em saladas e são combinadas com tomate seco, muçarela de búfala, figo fresco e manga.

Sabendo de todos os benefícios dessa hortaliça, a melhor dica e consumi-la de uma forma bem saborosa.

Omelete de rúcula
Ingredientes
3 ovos
3 colheres (sopa) de leite
1/2 xícara de rúcula
1/3 xícara de queijo ralado
1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino
Sal a gosto

Modo de preparo

Bata os ovos com o leite e o sal até ficar bem leve. Esquente um pouco de óleo numa frigideira e despeje o ovo batido. Doure o omelete de um lado, vire, coloque a rúcula e o queijo no meio, tempere com sal e pimenta e deixe o queijo derreter. Sirva em seguida
Informações à Imprensa:

Nenhum comentário:

Postar um comentário